Neste final de ano ganhei um presente de Natal antecipado.

Tive oportunidade de conhecer Ananda Prem, o mestre do curso de massagem tântrica. Curso ministrado aqui em Porto Alegre pela segunda vez.

Meditação

Meditação

Minha amiga Paula já tinha me falado do curso que ela estava organizando. Com a correria do final de ano, acabei não me inscrevendo. Pensei, fica para a próxima vez.

Mas quando o Universo conspira a nosso favor, as coisas nos chegam de uma maneira inesperada.

Um dia antes do início do curso, já tarde da noite, Paula estava ansiosa porque, de última hora, houve três desistências de pessoas já inscritas que viriam do interior. Isso traria certo desequilíbrio na forma de conduzir o curso.

Conta ela que o mestre estava tranquilo e a sugeriu que se acalmasse. As coisas acontecem sempre como tem que ser.

Ele lhe deua a sugestão:

- Ofereça a uma de suas amigas queridas o curso, como forma de presente. E ela vai entender por que você está ligando esta hora.

Foi assim que recebi este telefonema. Estranhei a Paula me ligando, assim tão tarde. Fiquei intrigada e apreensiva. Atendi e ouvi do outro lado da linha.

- Amiga, é uma emergência! Estou-te oferecendo o curso de massagem tântrica, que começa amanhã às nove horas, sem custo nenhum, para tanto preciso somente que tu digas, sim.

- Sim, aceito! Só não pulei de alegria para não acordar os vizinhos do apartamento de baixo.

Não podia ter recebido presente melhor! Do curso, não consigo palavras para explicar. O que senti ali foi algo amoroso, delicado… ministrado por pessoas tão cuidadosas e generosas. Que sem sombra de dúvida afirmo:

Pessoas especiais

Pessoas especiais

Eu recebi foi uma graça. Ser escolhida especialmente naquela hora, para fazer parte de um grupo de pessoas especiais. Pessoas estas que souberam tocar meu corpo e minha sensibilidade, com uma reverência impossível de descrever.

Isso fez com que eu sentisse e tomasse consciência do meu corpo. Um toque sutil, em cada centímetro de pele, que tocou direto o meu coração.

Obrigado pela graça alcançada! Por ter reconhecido a importância do toque! E ter compreendido que eu só precisava aceitar o que, tão generosamente, me foi oferecido. NAMASTÊ!

Meu presente

Meu presente