Na metade do ano, participamos em Brasília do II ENCONTRO DE DIRIGENTES NATURISTAS. Depois do encontro, fomos fazer uma visita à Câmara de Deputados, com a intenção de falar com o Deputado Fernando Gabeira.

Através da secretaria do Gabeira ficamos sabendo que ele estava em Brasília, no prédio do Senado, participando de uma palestra. Só tinha um porém, não tínhamos nada agendado, previamente. Só nos restava torcer para encontrá-lo e conseguir trocar meia dúzia de palavras com ele.

Caminhada nos corredores do senado

Caminhada nos corredores do senado

Rumamos todos para lá. Dava gosto de ver, todo mundo engravatado como manda o figurino.

Mostrando a bandeira do meu querido Rio Grande

Mostrando a bandeira do meu querido Rio Grande

Senado é que nem emissora de TV, só se encontra celebridades. É um desfile de Senadores. Todos, figurinhas carimbadas na TV. Mas estávamos à procura do Gabeira. Andamos por tuneis, por imensos corredores, até que chegamos à sala, onde ele se encontrava, assistindo a tal palestra. Ficamos de campana, no corredor. Por aqui ele não passa sem nos dar uma palavrinha.

Quase uma tarde inteira esperando, até que um, o viu levantar-se dentro da sala e saiu para o correndo para avisar.

- Ele está saindo na porta! (Gritou)

Abordagem ao deputado Gabeira

Abordagem ao deputado Gabeira

Todos nós corremos para frente da porta. Ele foi abordado, falamos do que se tratava. Ele ouviu, foi super atencioso. Contudo, não dependia mais

Gabeira ouvindo atentamente

Gabeira ouvindo atentamente

dele o avanço da “Lei que regulamenta o Naturismo no Brasil”.  Já estava no Senado. Tínhamos que procurar, então, um senador. Pensa que é fácil assim achar um senador e pronto. Tudo resolvido.

Pois não é! Um dos membros da comitiva olha para o lado e vê o senador Demóstenes de Goiás, estado do atual presidente da Federação

No momento da abordagem ao Senador Demóstenes

No momento da abordagem ao Senador Demóstenes

Brasileira de Naturismo. Fui correndo para informá-lo:

- Presidente, nós achamos um senador. Venha explicar a ele o que queremos.

Senador contatado, não quer dizer tudo resolvido. Até porque ele precisava se inteirar do assunto. A parte melhor é que, quando o nosso presidente da federação foi falar com ele, os dois já se conheciam de Goiânia e ficou muito mais fácil. Fácil eu digo, só para ter acesso ao senador. Por que a lei? Esta continua na gaveta.

Mas nós atingimos o objetivo: de uma tacada só, conseguimos falar com um deputado e um senador. Ainda por cima recebemos abraços dos que estavam ali pela volta, parados aguardando o senador Demóstenes.

É uma importante causa Naturista, dizíamos a todos eles, justificando nossa abordagem em pleno corredor.

Todos por um. Um por todos!

Todos por um. Um por todos!

Um por todos, todos por um! Nós não vamos descansar, enquanto a lei do naturismo não passar!